Páginas

terça-feira, 25 de novembro de 2008

É tão certo quanto o calor do fogo...


Certo dia estava sentada no balcão de um bar qualquer e deparei-me sozinha e a pensar nas coisas que fiz ou deixei de fazer (vulgarmente, eu estava na fossa)... E no meu terceiro copo de pinga minha vida passou em flash back, estranho, mas nossa amizade foi a que mais apareceu, a que mais revelou histórias... Pois bem,pus me a chorar...Como um dia fui pensar e que seria seu segundo plano? Como um dia eu te deixei de lado por besteiras e paranóias? E mesmo que o tempo voltasse eu erraria as mesmas coisas do mesmo jeito, sem medo de assumir e encarar as consequências!
Voltando ao fato... Chamei o barman e perguntei:
- O que fazer quando algo te deixa infeliz ou te dá um medo que não pode ser descrito em palavras? O que fazer quando errar se torna tão comum e acertar se torna cada vez mais difícil?
E então ele respondeu:
- Deixe de bobeiras,venha cá, vou te contar uma coisa... A amizade é construída, não é um jogo de dominó onde peças são trocadas ou simplesmente jogadas, é uma ligação, é uma história e cabe a você colocar um fim, um ponto final, ou deixar com que ela se eternize... Mas não se sabe ao certo o que o destino nos prepara,então deixe pessoas amadas com palavras bonitas e sinceras... Diga eu te amo quando ela menos esperar, chame seu nome quando sentir que ela está excluída, tenha muitas amizades mas lembre-se de que SEMPRE haverá aquela que você vai se identificar mais, que você contará os segredos incontáveis e aguentará patadas na tpm!Seja paciente minha cara, tudo é questão de fase.
Mal sabia eu que as palavras daquele homem fazia-se presente, sabedoria.
A cada pedaço de chão andado, a cada riso dado e a cada palavra mágica dita, eu te sinto aqui comigo! Eu te amo não resumiria algo que para mim, ainda não tem nome!
De sua querida,
Beatriz.

Dedico este texto àquela que é a flor mais bonita do jardim, que espalha os perfumes por entre as janelas, que entra sem pedir licença e acaba ficando pela simpatia imensa, à minha irmã, Amanda Signori.

2 comentários:

  1. Ah!
    Assim nao vale, olha o que vc fac comigo!
    Te amo muito minha princesa.

    ResponderExcluir